This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Politécnico de Setúbal integra rede Eco-Escolas

Plano de ação aprovado pretende melhorar desempenho ambiental

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) acaba de integrar a rede Eco-Escolas, inscrevendo as suas cinco escolas neste programa internacional que visa a educação para o desenvolvimento sustentável e que é desenvolvido em Portugal, desde 1996, pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE).

O primeiro passo para a adesão a esta rede, de que já fazem parte mais de 1 500 instituições de ensino, dos jardins de infância ao ensino superior, foi a criação do Conselho Eco-Escolas IPS, reunido pela primeira vez a 26 de março.

Para além de representantes da comunidade interna, entre docentes e não docentes e os estudantes, que representam a maioria dos elementos, o grupo de trabalho envolve igualmente as câmaras municipais de Setúbal e do Barreiro, as juntas de freguesia do Sado, São Sebastião e União de Freguesias do Barreiro e do Lavradio, e entidades como a cooperativa Ocean Alive, Reserva Natural do Estuário do Sado e Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

Cada uma das cinco escolas do IPS terá o seu próprio docente coordenador do Programa Eco-Escolas, nomeadamente Aldina Soares, da ESTSetúbal, Helena Simões, da ESE, Raquel Pereira, da ESCE, Patrícia Argüello, da ESS, e Susana Lucas, da ESTBarreiro.

##1## ##2##

Através do plano de ação aprovado na reunião de arranque, o IPS compromete-se a desenvolver, até ao final de 2019, um conjunto de ações nas áreas dos resíduos, água, energia, floresta, mar, mobilidade sustentável e vida saudável, tendo como denominador comum a promoção da mudança de comportamentos para uma melhoria do desempenho ambiental, quer internamente, no espaço-escola, quer na comunidade alargada da região de Setúbal.

Toda a comunidade académica será envolvida e pode/deve apresentar sugestões para eco.escola@ips.pt.

No mesmo dia, e na mesma linha de promoção de uma cidadania responsável, a Escola Superior de Tecnologia de Setúbal (ESTSetúbal/IPS) recebeu a iniciativa CITIZENV, promovida pela Direção Geral do Ambiente da Comissão Europeia, envolvendo os estudantes num debate sobre política ambiental.

O encontro, assente num diálogo informal entre um grupo de jovens dos 18 aos 25 anos e um funcionário da Comissão Europeia, teve como propósito a recolha de ideias sobre a política ambiental europeia e quais deverão ser as suas principais prioridades no futuro. 

 

 

  8 de abril/2019




Opções
Últimas Notícias
38ª Campanha do Banco Alimentar | 25 e 26 de maio | Inscrições abertas
ESTBarreiro alarga prazo de inscrições para Curso de Preparação M23
IPS reinveste na economia local três vezes o que recebe do Estado
Politécnico de Setúbal integra rede Eco-Escolas
Concurso M23 | Candidaturas até 12 de maio