This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Sobre o IPS Distrito de Setúbal
DISTRITO DE SETÚBAL
HISTÓRIA

O distrito de Setúbal foi o último a ser criado, a 22 de dezembro de 1926, consequência do seu grande crescimento económico, fazendo, até então, parte do distrito de Lisboa. Com ocupação humana que remonta à Pré-História, inúmeros povos foram ocupando a região e formando aglomerados civilizacionais que ajudaram a moldar as cidades e locais que atualmente o integram. Fenícios, romanos, visigodos e árabes, todos estes povos perceberam desde cedo a enorme riqueza das suas terras, fazendo destas as suas casas, construindo verdadeiros polos de comércio e indústria.

Território conquistado definitivamente aos mouros no séc. XII esteve desde sempre ligado ao mar e ao rio, desempenhando também o seu papel na época do Descobrimentos, região natal de Vasco da Gama, os estaleiros do distrito foram responsáveis pela construção de algumas das naus e caravelas que navegaram nos mares desconhecidos e os seus portos pontos de partida para algumas das missões bem sucedidas rumo a conquistas intercontinentais.

As pegadas deixadas pela história podem ser visitadas nos diversos monumentos históricos que se erguem ainda nos dias de hoje nas suas localidades. Desde os castelos medievais, às ruínas de antigas cidades romanas, passando pelas escavações arqueológicas do paleolítico, encontramos por toda a parte o pulsar da história vibrante do distrito.

ECONOMIA

O distrito de Setúbal é delimitado a norte com os distritos de Lisboa e de Santarém, a leste com os distritos de Évora e de Beja, a sul com o distrito de Beja e a oeste com o Oceano Atlântico. É o 8º maior distrito português, com uma população residente de 851.232 das quais 779.373 na Península de Setúbal, região integrada na Grande Área Metropolitana de Lisboa, onde vivem 2,82 milhões de pessoas (dados de acordo com o Censos 2011).

É, atualmente, considerado como extremamente importante a nível geoestratégico no contexto nacional e europeu, sendo uma das principais portas de entrada na Europa. A sua localização, acessibilidade e recursos permitiram um forte movimento de modernização e crescimento económico. É apontado como um distrito com grande potencial para o desenvolvimento nas áreas da saúde, trabalho, economia, turismo e educação, devido à proximidade ao mar, à eficiente rede de transportes e vias de comunicação e à captação de investimentos em setores produtivos e tecnológicos.

As suas caraterísticas singulares dotam a região de significativas vantagens competitivas. A extensa costa litoral assume um papel determinante para a sua afirmação, quer ao nível turístico, quer pelo seu contributo para a economia nacional, nomeadamente através dos portos de Setúbal e de Sines, importantes potenciadores do desenvolvimento regional, fatores atrativos para a instalação de empresas e fixação de mão-de-obra qualificada.

O grande investimento no ensino, na formação e na investigação tem contribuído para o desenvolvimento de importantes núcleos empresariais, como a indústria do papel e a indústria automóvel. A anunciada construção da Plataforma Logística do Poceirão fará da região de Setúbal uma referência num dos setores tido como estratégico para o país.

CULTURA

No distrito de Setúbal existe uma quantidade inumerável de eventos culturais, entre eles alguns dos maiores festivais de verão do país, que celebram desde as músicas mais populares até àquelas que entusiasmam e caraterizam os povos do mundo. Região de grandes poetas, cantores, pensadores e artistas portugueses de reconhecido talento e intervenção nacional, a sua enorme diversidade cultural encontra tradução através das diversas formas de expressividade artística que ocupam um espaço importante na vida das suas cidades.

Os inúmeros teatros, fóruns, salas de cinema, auditórios e museus recebem anualmente uma grande variedade de espetáculos e exposições que primam pela sua heterogeneidade cultural. O verão é rico em festas e romarias populares iluminando os bairros e cidades do distrito com as cores e sabores da região, dando espaço à música, eventos tauromáquicos e animações de rua que atraem anualmente milhares de visitantes.

TURISMO

Região de enorme riqueza e beleza natural, ancorada entre o Tejo e o Sado, baú de tesouros, guardando um vastíssimo património arquitetónico e cultural, terra do mar e para o mar. São cidades vivas, abraçadas pela Serra da Arrábida, protetora e cativante, reserva de praias pintadas pelo Sol, um manto de areias esculpidas pelo suave movimento das ondas do mar. Veículos de comunicação, apeadeiros de chegadas e partidas, onde rostos sorridentes acolhem o viajante, numa região onde as diversas culturas foram convergindo ao sabor do destino e dos encantos de uma região mergulhada numa das baías mais bonitas do mundo, berço de muitas maravilhas naturais de Portugal. Porto de abrigo para os sentidos, refúgios escondidos, paisagens que exclamam aventura, salteadas por toques de perfeição, numa aproximação do paraíso.

Com um vasto número de atividades de recreio e lazer, por entre as vinhas e a gastronomia tradicional, somos maravilhados pela riqueza da fauna singular. Descobrir a região de Setúbal é encontrar um ponto de equilíbrio perfeito entre a natureza e o homem, convergindo o tradicional e o moderno num segredo muito bem guardado pelos seus habitantes.