This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

Estudantes Atividades Académicas Regime de Precedências
REGIME DE PRECEDÊNCIAS
REGIME DE PRECEDÊNCIAS

O regime de precedências estabelece as condições em que a inscrição numa ou mais UC de um determinado plano de estudos está condicionada pela obtenção de aproveitamento em UC anterior(es).

O elenco das UC de cada curso, sujeito ao regime de precedência, é definido pelo CTC de cada escola, por proposta do órgão ou com base em proposta do Coordenador/Diretor do Curso, e parecer do CP.

A QUEM SE APLICA

A todos os estudantes que não reúnam os requisitos para a frequência de UC sujeitas ao regime de precedências.

Por regra, caso um estudante não cumpra os requisitos, não poderá inscrever-se às UC. No entanto, caso as UC sejam do 2º semestre ou 2º ou 3º trimestres, e a precedência seja de UC do semestre/trimestre anterior, desse mesmo ano letivo, é permitida a inscrição. Se posteriormente, o estudante não reunir os requisitos para a frequência dessas UC sujeitas ao regime de precedências, não as poderá frequentar e o resultado da inscrição será “Não Avaliado”.

ELENCO DAS UC SUJEITO AO REGIME DE PRECEDÊNCIAS

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DE SETÚBAL

Cursos de Licenciatura, Mestrado e Cursos Técnicos Superiores Profissionais
Caso um estudante se inscreva a uma UC de Estágio/Projeto, num Curso Técnico Superior Profissional, Licenciatura ou Mestrado, apenas poderá optar pela frequência do Estágio, com um máximo de 3 (três) Unidades Curriculares por aprovar (sem incluir a própria UC de Estágio).

ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO
Não existe regime de precedências.

ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS EMPRESARIAIS

Cursos de Licenciatura em Regime diurno e pós-laboral
4º ano de Licenciatura em Regime Noturno

Caso um estudante se inscreva a uma UC de Estágio ou Projeto Organizacional Aplicado (POA), num curso de Licenciatura, apenas poderá optar pela frequência do Estágio/POA:

  • Com um máximo de 4 (quatro) Unidades Curriculares por aprovar(sem incluir a própria UC de Estágio), nos cursos de licenciatura em Gestão de Recursos Humanos, em regime diurno e pós-laboral;
  • Com um máximo de 3 (três) Unidades Curriculares por aprovar (sem incluir a própria UC de Estágio), nos restantes cursos de licenciatura.
Compete ao estudante garantir a disponibilidade temporal para a realização do referido Estágio/POA.

Cursos Técnicos Superiores Profissionais

Caso um estudante se inscreva a uma UC de Estágio, num Curso Técnico Superior Profissional, apenas poderá optar pela frequência do Estágio, com um máximo de 2 (duas) Unidades Curriculares por aprovar (sem incluir a própria UC de Estágio).

Compete ao estudante garantir a disponibilidade temporal para a realização do referido Estágio/POA.

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA DO BARREIRO

Cursos Técnicos Superiores Profissionais
Consulte aqui a lista das Unidades Curriculares dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais sujeitas ao regime de precedências,

Cursos de Licenciatura
Consulte aqui a lista das Unidades Curriculares dos Cursos de Licenciatura sujeitas ao regime de precedências,

Cursos de Mestrado
Não existe regime de precedências.

ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE

Curso de Licenciatura em Enfermagem

A aprendizagem em contexto clínico deve salvaguardar a segurança da pessoa/cliente, carecendo por isso de um conjunto de aprendizagens prévias teóricas e teórico-práticas relacionadas com a especificidade de cada ensino clínico. Nesse sentido:

1.º ano (NOVO PLANO DE ESTUDOS – Entrada em funcionamento 2018-2019)
A frequência da unidade curricular de Ensino Clínico de Enfermagem II – Saúde, família e comunidade (1º ano/2º sem) está condicionada ao aproveitamento na unidade curricular Enfermagem II - Saúde, família e comunidade (1º ano/2º sem).

2.º ano (PLANO DE ESTUDOS anterior a 2018-2019)
A frequência das unidades curriculares de Ensino Clínico Enfermagem IV — Adulto e Idoso: Processos de Saúde-Doença em Contextos Hospitalares I; Ensino Clínico Enfermagem IV — Adulto e Idoso: Processos de Saúde-Doença em Contextos Hospitalares II e Ensino Clínico Enfermagem IV — Adulto e Idoso: Processos de Saúde-Doença em Contextos de Cuidados de Saúde Primários (2º ano/2º sem) está condicionada ao aproveitamento na unidade curricular Enfermagem IV - Adulto e Idoso: processos de saúde- doença (2º ano/1º sem).

3.º ano (PLANO DE ESTUDOS anterior a 2018-2019)
A frequência da unidade curricular de Ensino Clínico Enfermagem V - Processos de Saúde – Doença Mental (3º ano/2º sem) está condicionada ao aproveitamento na unidade curricular Enfermagem V - Processos de Saúde - Doença Mental (3º ano/1º sem);

A frequência da unidade curricular de Ensino Clínico Enfermagem VI - Mulher e Saúde Reprodutiva (3º ano/2º sem) está condicionada ao aproveitamento na unidade curricular Enfermagem VI - Mulher e Saúde Reprodutiva (3º ano/1º sem);

A frequência da unidade curricular de Ensino Clínico Enfermagem VII - Criança e Adolescente (3º ano/2º sem) está condicionada ao aproveitamento na unidade curricular Enfermagem VII - Criança e Adolescente (3º ano/1º sem).

4º Ano (PLANO DE ESTUDOS anterior a 2018-2019)
A frequência da unidade curricular de Ensino Clínico Enfermagem VIII – Contexto, cuidados primários e continuados (4º ano/1º sem) está condicionada ao aproveitamento na unidade curricular Enfermagem VIII – Cuidados continuados e paliativos (4º ano/1º sem);

A frequência da unidade curricular de Ensino Clínico Enfermagem IX – Ciclo de vida: Contextos hospitalares de doente crítico (4º ano/1º sem) está condicionada ao aproveitamento na unidade curricular Enfermagem IX – Situações complexas e de alto risco (4º ano/1º sem).

Curso de Licenciatura em Fisioterapia
A aprendizagem em contexto clínico deve salvaguardar a segurança do utente. Nesse sentido:

    1º ano
    A frequência da unidade curricular de Educação Clinica I está condicionada ao aproveitamento em, pelo menos, 19 dos 28 ECTS previstos no plano de estudos do 1º semestre do 1º ano do curso de licenciatura em Fisioterapia.

    2.º ano
    A Unidade Curricular de Educação Clínica II desenvolve-se numa das três áreas definidas como obrigatórias (Condições Cárdio- respiratórias; Condições Músculo-esqueléticas e Condições Neurológicas). A sua frequência está condicionada ao aproveitamento das unidades curriculares discriminadas, em, pelo menos, um dos seguintes módulos:

    • Fisioterapia em condições de ortopedia e traumatologia, Ortopedia e reumatologia, Fisioterapia em condições musculo- esqueléticas I, Fisioterapia em condições musculo-esqueléticas II, Prática baseada na evidência;
    • Patologia cardio-respiratória, Fisioterapia em condições cardio- respiratórias.

    3º ano e 4º ano
    As Unidades Curriculares de Educação Clínica III, IV e V desenvolvem-se numa das três áreas definidas como obrigatórias (Condições Cárdio-respiratórias; Condições Músculo-esqueléticas e Condições Neurológicas). A sua frequência está condicionada ao aproveitamento das seguintes unidades curriculares discriminadas:

    • Fisioterapia em condições de ortopedia e traumatologia, Ortopedia e reumatologia, Fisioterapia em condições músculo- esqueléticas I, Fisioterapia em condições músculo-esqueléticas II, Prática baseada na evidência;
    • Patologia cardio-respiratória, Fisioterapia em condições cardio- respiratórias.
    • Fisioterapia Teoria e Prática IV, Neurologia e Fisioterapia em condições neurológicas

Curso de Licenciatura em Terapia da Fala
Não existe regime de precedências.

Curso de Licenciatura em Acupunctura
Não existe regime de precedências.

Mestrado em Enfermagem
Não existe regime de precedências.

Mestrado em Perioperatória
Não existe regime de precedências.

Mestrado em Fisioterapia
Não existe regime de precedências.