This Page is not available in English  

Saltar para: Menu Principal, Conteúdo, Opções, Login.

IPS estuda impacto da pandemia na voz do professor

Investigação internacional em Terapia da Fala lança questionário aos docentes

A Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal (ESS/IPS) e a Sociedade Portuguesa de Terapia da Fala (Departamento de Voz), em parceria com a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (Brasil), estão a desenvolver um estudo que pretende medir o impacto das medidas de combate à pandemia na voz do professor.

A investigação, sob a designação "Covid-19: impacto das medidas de mitigação da pandemia na voz do professor", é coordenada pela docente Sónia Lima, ESS/IPS, e acaba de lançar um questionário, disponível aqui, através do qual convida os docentes interessados a contribuírem com os seus testemunhos.

O estudo, que conta também com a colaboração da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico do Porto, parte do contexto presente de pandemia que, ao longo das suas várias fases, implicou a adaptação do corpo docente a novas formas de lecionar, com consequências, maiores ou menores, num dos seus principais instrumentos de trabalho - a voz. 

Segundo a investigadora responsável, "as novas realidades de ensino, como o ensino à distância, mas também o presencial, com o uso de medidas de proteção como as máscaras, podem ter trazido novos fatores de risco, sendo importante conhecer efetivamente qual o seu impacto, para que se possam orientar programas de Intervenção e Promoção de Saúde Vocal junto destes profissionais".

Sónia Lima refere ainda que, entre os profissionais que utilizam a voz como instrumento de trabalho, "os professores são os que têm maior prevalência de disfonia (perturbação da voz)", estando frequentemente expostos ao "risco de desenvolver sintomas vocais como rouquidão, soprosidade, fadiga e dificuldade na projeção vocal, associado a fatores como o uso prolongado da voz, ambiente físico de trabalho, hábitos de vida prejudiciais, e situações de stress".

Terapeuta da Fala e mestre em Ciências da Fala, a docente coordena o curso de licenciatura em Terapia da Fala, do Departamento de Ciências da Comunicação e da Linguagem da ESS/IPS, desenvolvendo investigação e formação na área da reabilitação e habilitação vocal artística e não artística.

##1##

06 de maio/2021

Opções
Últimas Notícias
Festa de Graduação 2021 | 3 de julho
Webinar 'Inclusão no Ensino Superior' | 17 de junho
IPS e Santander lançam concurso para apoiar inovação pedagógica
IPS abre candidaturas para formação avançada em Engenharia e Tecnologia
IPS abre vagas para alunos do Ensino Profissional e Artístico